Estudos arqueométricos de cerâmicas sul-americanas

¹Patricia R. Carvalho, ¹Casimiro S. Munit

Resumo


OAs análises realizadas neste trabalho têm como objetivo contribuir com a discussão sobre os materiais utilizados na fabricação, a tecnologia de produção e a idade de objetos cerâmicos de antigas civilizações sul- -americanas. Para isso, quarenta e seis fragmentos de cerâmica de cinco sítios arqueológicos de Cusco, Peru, foram analisados utilizando INAA para determinar a fração de massa de 20 elementos químicos (Na, K, La, Nd, Sm, Yb, Lu, U, Sc, Cr, Fe, Co, Rb, Cs, Ce, Eu, Tb, Hf, Ta e Th). Três métodos estatísticos multivariados, análise de agrupamentos, análise discriminante e gráfico bivariado, foram aplicados no conjunto de dados. Pela análise de agrupamentos encontraram-se três grupos de amostas de composição química similar, os quais, por meio da análise discriminante e do gráfico bivariado, foi possível confirmar que foram classificados corretamente. Os resultados mostram que as amostras foram fabricadas com 3 diferentes fontes de matéria- -prima. O estudo da datação por TL mostrou que os três grupos de amostras estão de acordo com os três períodos do Império Inca. Ademais, o estudo da temperatura de queima realizada pela EPR mostrou que era inferior a 600 °C.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.